Música pelo Japão


(Imagem: Steve Schiavello)

Os relógios electrónicos e as máquinas de calcular científicas dos anos 80. As Nintendos, Gameboys e Playstations. Os Nissans, Toyotas, Mitsubishis e Hondas. O Doraemon, o Howl’s Moving Castle e tantos, tantos desenhos animados de olhos redondos e esbugalhados. Os “cenários” de Kill Bill e Lost in Translation. A Jessica Michibata. As espadas de samurai. Os filmes de Akira Kurosawa e os filmes de kung-fu de série B. O Satoru Nakajima e o Ukyo Katayama. O sushi e o sashimi.

Está na altura de dizermos “Arigato, Japão”. Contribui para a Cruz Vermelha Japonesa comprando “Songs for Japan”, aqui.