Salgueiro Maia (1944-1992)

A revolução de 25 de Abril de 1974 ficou conhecida por ter sido uma revolução “pacífica”, sem derramamento de sangue, apesar de levada a cabo por militares. Serviu, por isso, de inspiração e “modelo” a diversos movimentos revolucionários por essa Europa (e mundo) fora, nos anos que se seguiram àquela histórica madrugada de há quase quarenta anos. Se assim foi, muito se deveu à calma, discernimento, independência política e frieza operacional de um dos seus principais “comandantes”, o capitão Salgueiro Maia.

Aqui fica a nossa homenagem, nos 20 anos da sua (prematura) morte.

Anúncios