No, no, no Mr. Obama!

Cimeira de Cartagena

Em 1997, a Campanha Internacional para a Erradicação das Minas Terrestres (ICBL) foi co-vencedora do Prémio Nobel da Paz. Em 2009, o presidente norte-americano Barack Obama foi ele próprio agraciado com o mesmo Prémio.

De 29 de Novembro a 4 de Dezembro de 2009 decorre em Cartagena, na Colômbia, a Cimeira para um Mundo Sem Minas. Em vez de aproveitar a oportunidade para anunciar que os Estados Unidos assinariam o Tratado internacional que desde há 10 anos proíbe o fabrico, armazenamento e utilização de minas anti-pessoais, Barack Obama optou por justificar a manutenção da posição americana neste campo, sem alterar o “status quo” herdado da Administração Bush. A posição da ICBL sobre este assunto pode ser lida aqui.

Estima-se que a China possua mais de 100 milhões de minas antipessoais, a Rússia cerca de 20 milhões, os Estados Unidos 10 milhões, o Paquistão entre 4 e 5 milhões e a Índia cerca de 4 milhões. Estes cinco países não assinaram o Tratado, e estarão presentes na Conferência de Cartagena enquanto observadores. As minas anti-pessoais fizeram mais de cinco mil mortos no ano passado, um terço dos quais crianças. O Afeganistão e a Colômbia são os países mais atingidos. (Dados do Euronews)

Mais um par de medidas como esta, e Barack Obama arrisca-se a ter que devolver o Prémio Nobel da Paz ainda antes de o ter recebido, a 10 de Dezembro, em Oslo. Presidente Obama, tome a decisão certa e evite que os Estados Unidos continuem a patrocinar sapatos vazios…

O teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: