De olhar esGAZeAdo…

…é como assisto ao que se passa há dez dias na Faixa de Gaza. Não tenho palavras para expressar o que me vai por dentro, por isso uso as da Alexandra Lucas Coelho no Público:

Eu tenho um problema com partidos, como sempre tive com clubes, grupos e colectividades. É o problema da liberdade individual, ou se quiserem da indisciplina. Não me hão-de ver a marchar pela Palestina nem por Israel, encostada a um dos lados. O que eu queria neste novo ano era combinar com o meu amigo de Gaza que ele vinha cá como combino com a minha amiga de Jerusalém Ocidental que vou lá. Queria, em suma, que ambos dormissem sem pensar que o céu lhes vai cair em cima da cabeça – mas é infinitamente mais provável que isso aconteça ao meu amigo de Gaza.

Gaza by Latuff

Advertisement

Um pensamento em “De olhar esGAZeAdo…”

  1. “Cædite eos. Novit enim Dominus qui sunt eius”, exclamou o fanático Abade de Citeaux, com Béziers à vista, em 1209. “Matem-nos a todos. Deus reconhecerá os seus”.

    800 anos mais tarde não parece ter mudado.

O teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: