Adeus, cavaleiro do Everest

Sir Edmund Hillary, o neo-zelandês que, juntamente com o sherpa nepalês Tenzing Norgay, conquistou o topo do Monte Everest em 1953, morreu hoje, aos 88 anos. O cavaleiro do Império Britânico era um homem simples: um criador de abelhas que nunca se deixou deslumbrar pela sua façanha, e que dedicou o resto da sua vida a ajudar os camponeses das montanhas do Nepal.

Morre um dos maiores aventureiros do século XX, mas o seu nome ficará para sempre ligado à montanha que abriu ao mundo.

Advertisement

O teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: