Os buracos negros da Internet

Bielorrússia, Birmânia, China, Cuba, Egipto, Irão, Coreia do Norte, Arábia Saudita, Síria, Tunísia, Turquemenistão, Uzbequistão e Vietname: estes são os 13 países apontados pela ONG Repórteres Sem Fronteiras como os “buracos negros” da Internet – países em que a liberdade de expressão na web se encontra seriamente ameaçada pelos governos locais. 61 bloggers e “ciber-dissidentes” encontram-se actualmente encarcerados por publicarem online as suas opiniões; e alguns foram presos com a colaboração directa de pesos pesados da Internet, como é o caso de Shi Tao, preso na China na sequência da colaboração da Yahoo com o governo chinês.

Líbia, Maldivas e Nepal deixaram entretanto de fazer parte da lista negra publicada pela RSF.

Visto na edição de hoje do Público, e depois da publicação também aqui no Zone 41.

Um pensamento em “Os buracos negros da Internet”

O teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: