Na mira

MEIO MILHÃO DE SERES HUMANOS morrem todos os anos vítimas de armas ligeiras. O número, aterrador, é avançado pela Amnistia Internacional – este e outros dados foram hoje apresentados numa conferência sobre a proliferação de armas organizada pela Comissão Nacional Justiça e Paz.

Outros números deste comércio da morte avançados na conferência “Por uma sociedade segura e livre de armas“, realizada na Fundação Calouste Gulbenkian:

* existem a nível mundial 639 milhões de armas ligeiras como pistolas, revólveres, espingardas e metralhadoras – cerca de uma por cada dez seres humanos que habitam o planeta

* as armas ligeiras matam mais do que as armas de destruição maciça

* 1100 empresas de 98 países produzem todos os anos mais oito milhões de armas ligeiras e de baixo calibre

* o negócio das armas ligeiras envolve anualmente 22 mil milhões de dólares, uma verba que daria para atingir os Objectivos de Desenvolvimento para o Milénio traçados pelas Nações Unidas ao nível da Educação Básica e da Mortalidade Infantil

* em Portugal, existem 900 mil armas licenciadas, a maior parte pertencentes a caçadores. No ano passado, a polícia apreendeu um total de 3191 armas ilegais no país

Um pensamento em “Na mira”

  1. O que fazer sobre o problema? Países onde a mortalidade associada às armas ilegais atinge números inacreditáveis (ex. EUA e Brasil) recusam limitar a venda de armas e atribuição de licenças…

    E em Portugal, onde a polícia anda com armas do tempo da Maria Caxuxa, as armas que circulam nas ruas são topo de gama…

O teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: