R.I.P.

Podem chamar-me muita coisa, mas sou daqueles que acha que o país tem pouca coisa genuinamente nossa que valha realmente a pena acarinhar, manter, investir em. Esta era uma delas…

A Fundação Calouste Gulbenkian extinguiu hoje aquela que era unanimemente considerada como uma das melhores companhias de bailado do mundo: o Ballet Gulbenkian. E quando se diz uma das melhores, estamos a falar de uma das 5, talvez 3 melhores. Mas, como diz o comunicado da Fundação: “a sua acção será mais incisiva através de fórmulas renovadas”. Esperamos então, e de acordo com tão nobre intenção, pela criação da que será certamente *a* melhor companhia de bailado do mundo… :-/ Afinal, são 40 anos de trabalho que estão em causa.

2 opiniões sobre “R.I.P.”

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: